1 month ago / 302 notes / © groteleur / Reblog

(Source: secretdreamlife, via gnarly)


1 month ago / 86,633 notes / © secretdreamlife / Reblog

vintagewimmn:

Lili St. Cyr, from VxWx on Pinterest: http://ift.tt/1ld9aEm

vintagewimmn:

Lili St. Cyr, from VxWx on Pinterest: http://ift.tt/1ld9aEm

(via tacosdecarnitas)


1 month ago / 22 notes / © vintagewimmn / Reblog

"Eu quero um amor arrebatador, daqueles que me faça suspirar a cada minuto. Que me deixe de pernas bambas e com o coração acelerado. Quero um amor simples e gentil, que me leve ao cinema aos domingos, e que se der tempo antes do trabalho me acorde com um belo café da manhã e um sorriso no rosto em plena segunda. Quero um amor que compartilhe as minhas dores e alegrias, que não suma na primeira briga, e que demostre que me ama todos os dias. Quero um amor que saiba amar, quero um amor que me ensine a amar. Quero um amor que se multiplique por 3 depois do casamento, e que possamos passar as férias na praia, com direito a castelos de areia e histórias de terror sobre uma fogueira. Quero um amor que continue ali, até quando eu for velhinha e esquecer do meu nome. Quero um amor que continue amando até depois da morte, quero um amor assim, sem dor, sem ciumes, sem raiva. Quero um amor simples." — O Diário de Sofi.    (via o-teimoso)

(Source: Expurgar, via o-teimoso)


1 month ago / 1,037 notes / © expurgar / Reblog

(Source: livalskare, via witchinqhour)


2 months ago / 1,996 notes / © livalskare / Reblog

(via witchinqhour)


2 months ago / 131,045 notes / © sonhos-per-didos / Reblog

(Source: kkiyomi, via unconventionaltasteforlife)


2 months ago / 635,107 notes / © kkiyomi / Reblog

"Dreams are sometimes a reflection of our unconscious desires or thoughts." — (via psych-facts)

(via esotericallyarcane)


2 months ago / 7,322 notes / © psych-facts / Reblog


2 months ago / 302 notes / © groteleur / Reblog

(Source: secretdreamlife, via gnarly)


2 months ago / 86,633 notes / © secretdreamlife / Reblog


Viva e deixe morrer



[...]Que sei eu do que serei, eu que não sei o que sou?
Ser o que penso? Mas penso tanta coisa!
E há tantos que pensam ser a mesma coisa que não pode haver tantos!
Gênio? Neste momento
Cem mil cérebros se concebem em sonho gênios como eu,
E a história não marcará, quem sabe?, nem um,
Nem haverá senão estrume de tantas conquistas futuras.
Não, não creio em mim.
Em todos os manicômios há doidos malucos com tantas certezas!
Eu, que não tenho nenhuma certeza, sou mais certo ou menos certo?
Não, nem em mim...

Tabacaria - Fernando Pessoa
Poesia de Álvaro de Campos